Festival Paraibano de Coros – João Pessoa será a Capital da voz com apresentação de 52 corais em festival

Share Button


A cidade de João Pessoa vai se transformar na Capital da voz a partir da próxima terça-feira (14), com apresentações de 52 grupos representando os estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Sergipe, além de um representante de Córdoba (Argentina). Já a Paraíba será representada com corais das cidades de João Pessoa, Picuí, Nova Floresta, Boa Vista e Sapé.Em sua 15ª edição, o Festival Paraibano de Coros – FEPAC vai ocorrer de 14 a 18 do corrente mês, a partir das 18h00, na Sala de Concertos Radegundis Feitosa localizada Centro de Comunicação Turismo e Artes (CCTA), na Universidade Federal da Paraíba (UFPB)

O evento promete reunir cerca de duas mil vozes durante as cinco noites de realização e para comemorar os seus 15 anos de atividades, o Fepac vai ajudar o Projeto Natal sem Fome.” Portanto todos podem participar dessa campanha levando para o teatro um quilo de alimento não perecível”, disse o coordenador do festival, o maestro Eduardo Nóbrega..

“Há 15 anos o festival vem difundindo o canto coral no Estado, tanto na formação de novos grupos na capital e no interior da Paraíba, como no reconhecimento de nível nacional e agora internacional com a vinda de um grupo argentino”, disse o coordenador-geral do Fepac maestro Eduardo Nóbrega que em março deste ano mostrou um pouco do seu trabalho, com o canto coral, na Universidade de Yale (USA), levando na bagagem composição de Chiquinha Gonzaga o que deixou os americanos fascinados com seu método irreverente de trabalhar.

O coordenador explicou que cada noite, antes do primeiro coral, a partir das 18h00 haverá atrações com participação de grupos vocais paraibanos. Na primeira noite haverá a participação especial de um grande coro composto por 500 vozes em comemoração aos 500 anos da Reforma Protestante; já na segunda noite, a abertura conta com Recital ‘Alma Brasileira’ com a participação da soprano Giovanna Maropo; na terceira noite haverá a apresentação do Musical Infantil ‘TRAVESSURA’ sob a regência do maestro Carlos Anísio; na quarta noite será a vez de da cantora Eliza Leão, com o show Raízes (músicas anglo africanas) e no sábado a abertura fica por conta do grupo “Meu Quintal” que apresentará um show infantil incluindo leitura de poesia, sons de violão, pandeiro, zabumba e bichos.

O Fepac ainda vai oferecer duas oficinas a todos os maestros, preparadores vocais e estudantes de música. Uma oficina será ministrada pela professora e maestrina Patrícia Costa (doutora em Práticas Interpretativas pela UNIRIO) que falará sobre o ‘Canto Coral na Escola’, já a outra oficina será ministrada pela professora e diretora de atividades Coral e Educação Musical em Connecticut College, Nova Londres, Wendy Moy (doutora em Artes Musicais, Condução Coral, Educação Musical cognato 2015 – Universidade de Washington, Seattle, WA). Na ocasião, o festival também proporciona aos maestros uma mesa redonda com o título ‘O Canto Coral na Atualidade e o Processo de Socialização’ coordenada pelo maestro e chefe do Departamento de Música da Universidade Nacional de Brasília – UNB, David Junker. Ainda dentro das atividades do Fepac vários corais vão circular pela cidade com apresentações paralelas em colégios, igrejas, instituições e empresas.

O festival é uma realização da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), através do Centro de Comunicação Turismo e Artes (CCTA), e da Empresa Coteminas, com apoio cultural da Empresa D’LUCK Confecções Varejo e Atacado; do escritório de advocacia “Mendonça & Crisanto”; do escritório “Eduardo Nóbrega e Mariana Silveira Arquitetura e Interiores”; Associação dos Docentes da UFPB (AdufPB) e a Cooperativa de Crédito dos Servidores das Instituições de Ensino Superior da Paraíba (Creduni).
acessem. www.festivalparaibanodecoros
e confiram a programação.

Share Button

Mais Notícias

(c) 2013 Agenda Paraíba - Todos os direitos reservados.