Gira Mundo: Após formação na Finlândia, 40 professores retornam à Paraíba e vão desenvolver projetos



quarta-feira, 10 de outubro de 2018 - 10:01

Share Button

Após dois meses de vivências pelo Programa Gira Mundo na Häme University of Applied Sciences (HAMK) e um mês na Tampere University of Applied Sciences (TAMK), na Finlândia, 40 professores da Rede Estadual de Ensino da Paraíba estão retornando desde sábado (6) com projetos a serem desenvolvidos nas escolas do Estado. Ainda nesse ano mais 40 professores embarcarão para o país.  Até o final de 2018, 171 professores terão participado do Gira Mundo na Finlândia e em Israel.

Luciana Walter, gestora da Escola Cidadã Integral (ECI) Francisca Ascenção Cunha, em João Pessoa, Liliane Alves, coordenadora pedagógica da Escola Cidadã Integral Técnica (ECIT) Erenice Cavalcanti Fideles, em Bayeux, e Felipe Baunilha, gestor da Escola Cidadã Integral Técnica João Goulart, também em João Pessoa, contam que foram quatro semanas intensas de formação, trabalhos em grupo, compartilhamento de saberes e valores.

 

A experiência – Os professores relatam que viajaram com o intuito de aprender mais com o sistema educacional finlandês e que vivenciaram o ‘segredo’ dos finlandeses: acreditar no processo educativo, ter o estudante no centro do processo de aprendizagem, compreender que só se aprende quando se tem liberdade para aprender e quando se participa ativamente do processo de construção do conhecimento.

Luciana Walter relatou que “imersos em uma cultura muito diferente da nossa, a maior surpresa foi perceber que em nossas escolas já desenvolvemos muitas experiências similares as das escolas finlandesas. Em nossas Escolas Cidadãs já trabalhamos com muitos dos conceitos que estudamos aqui. Então pudemos perceber que a Paraíba está no rumo certo. Há ainda muito o que fazer, mas o primeiro passo já foi dado”.

Para Liliane Alves, é inédito para a educação brasileira ter tantos professores, financiados pelo Estado, sendo capacitados num país que é referência mundial em educação, como a Finlândia.  Já Felipe Baunilha afirma que estão voltando para suas atividades com a cabeça fervilhando de novas propostas para impulsionar a aprendizagem dos nossos estudantes. “Por isso, parabenizamos o governador Ricardo Coutinho e o secretário Aléssio Trindade pela coragem de investir na educação paraibana, por entender que a educação é o motor das mudanças para uma Paraíba do século XXI”, disse baunilha.

 

Projetos – Para participar da formação internacional os professores passam por um edital como processo seletivo. Durante a experiência em HAMK e TAMK desenvolvem um projeto em grupo a ser aplicado nas escolas após o retorno. Luciana, Liliane e Felipe, juntamente com Luciana Martins, gestora da ECIT Monsenhor Vicente Freitas, de Pombal, criaram o projeto “Curriculum Evolution”, que vai propor adequações curriculares para potencializar o processo de aprendizagem, melhorando tempos e espaços pedagógicos.

Outros projetos vão na linha de trabalhar valores humanos em sala de aula e utilizar a realidade de cada localidade como mote para o processo de aprendizagem, com metodologias ativas.

 

Secom/PB

Share Button

Mais Notícias

(c) 2013 Agenda Paraíba - Todos os direitos reservados.